sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Cartas de Lisboa | Yitro


Yitro


Yitro's visit by Gerard Jollain


Muitas passagens da Torá oferecem instruções claras em como cumprir os Mitzvot, enquanto outras parecem meramente contar a nossa história. Na verdade, contudo, cada verso da Torá na sua essência existe para nos transmitir uma lição específica.

A Parsha desta semana começa com a história de Jetro, o sogro de Moisés, e cujos sensatos conselhos a Torá regista e nos transmite.

 Ao ver Moisés inundado com perguntas e pedidos de conselho pelo povo, ele sugere que seja constituído um grupo de pessoas para ajudar Moisés a administrar justiça ao Povo Judaico.



Yitro and Moses by James Tissot


O Tzror Haomor, Rabi Avraham Sabba, comenta a escolha da Torá em termos de onde coloca esta história.

A Parsha da semana passada termina com a batalha contra Amaleque, o inimigo por excelência do Povo Judaico, que o atacou depois de ter saído do Egipto. O principal intuito de Amaleque era impedir a viagem para Israel e desta forma impedir a construção do Templo, o Beit Hamikdash.

Ao colocar a história de Jetro imediatamente a seguir à de Amaleque, a Torá está a ensinar-nos uma lição. Ao contrastar Jetro e Amaleque, a Torá enfatiza a profundidade e a importância das suas ideias.



Moses Forbids the People to Follow Him by james Tissot


Se o objectivo de Amaleque era adiar a chegada a Israel e a construção do Templo, o conselho dado por Jetro é a chave para a implementação destes mesmos objectivos.
Os conselhos de Jetro ajudaram a estabelecer um sistema de justiça e de verdade no seio do nosso Povo. Com este feito, diz o Tzror Hamor, ele estabeleceu os fundamentos do Beit Hamikdash - o Templo a ser construído.

O verso diz:

"Tzion será redimido através de justiça e da sua penitência através da feitura do que é correcto." (Yashayah 1:27)


The Ten Commandments (illustration from a Bible card published 1907 by
 the Providence Lithograph Company)




Agora como então, a mensagem da Torá contêm a verdade. Através de honestidade e da justiça, criaremos um ambiente que será meritório da reconstrução do Beit Hamikdash. 




E que ele seja reconstruido muito em breve.


Cortesia de:
Rabino Eli Roselfeld
Shabat Shalom!

chabadportugal.com


Fonte das Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário