terça-feira, 15 de outubro de 2013

A matriarca Rachel (1553 AEC)


Rachel 

Pintura de Gustave Doré

A matriarca Rachel faleceu ao dar a luz ao seu segundo filho, Benjamin, em 11 de Cheshvan de 2208 (1553 AEC). Rachel nasceu em Aram (Mesopotâmia) aproximadamente em 1585 AEC. Seu pai foi Laban, irmão da mãe de Yaacov, Rivca. Yaacov foi à casa de Laban em 1576 AEC, fugindo à ira de seu irmão Essav. Apaixonou-se por Rachel e trabalhou durante sete anos cuidando dos rebanhos de Laban em troca da mão de Rachel em casamento. Mas Laban enganou o sobrinho, e na manhã após o casamento Yaacov descobriu que tinha desposado a irmã mais velha de Rachel, Lea. Laban concordou em dar-lhe Rachel como esposa também, mas somente após outros sete anos de trabalho.



O Túmulo de Raquel antes do ano 1840

Rachel não teve filhos durante muitos anos, ao passo que sua irmã mais velha teve seis filhos e uma filha. Finalmente, em 1562, ela deu à luz um filho, Yossef. Nove anos depois, enquanto Yaacov e sua família estavam a caminho do lar ancestral de Yaacov em Hebron (após uma ausência de 22 anos), ela teve um segundo filho, que morreu ao nascer. Yaacov enterrou-a ao lado da estrada em Bethlem; ali, "Rachel chora pelos seus filhos, pois eles se foram" [no exílio] (Yirmiyáhu 31:14) – conforme seu pedido. Seu túmulo serve como local de oração para os judeus há mais de 35 séculos.




Fontes:
http://www.projetoahavatisrael.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário