terça-feira, 30 de outubro de 2012

Grande Sinagoga de Hrodna, a Cidade e os Judeus.




A Grande Sinagoga de Hrodna fica localizada em Hrodna, Bielorrússia,   data do século XVI e foi  proposta em 2007 a ser Património Mundial UNESCO. (Não consegui apurar se esse facto se realizou ou não.)



O Exterior da Sinagoga

A Grande Sinagoga de Hrodna foi construída entre1576 e 1580 por Santi Gucci, que projetou uma sinagoga de madeira a convite do rabino Mordechai Yaffe. Em 1887, os judeus Hrodna eram proprietários de 88% das empresas comerciais, 76% das fábricas e oficinas, e mais de 65% dos imóveis na cidade. O Valor das suas propriedades foi estimado em 842.000 rublos num momento em que a soma total dos imóveis da cidade era de 1.202.000 rublos. Em 1898, uma das primeiras poupanças e cooperativas de empréstimos na Rússia foi fundada em Grodno.



A sinagoga de Hrodna em madeira construida na segunda metade do Séc. XVIII
A abundância de madeira nas florestas na Polónia e Lituânia barateava e facilitava as construções nesse material. Há quem afirme que as sinagogas de madeira foram construídas baseando-se no modelo de igrejas e mansões da nobreza polaca. Esta seria, no entanto, uma visão simplista do assunto, pois as casas de oração erguidas por carpinteiros e artesãos judeus tinham seu próprio estilo artístico e valor arquitetónico. A sinagoga foi incendiada em 1902.



Sob a supervisão de Iya Frunkin, a comunidade judaica construiu outra sinagoga em estilo eclético e mouro entre 1902 e 1905. Em 1907, a cidade contava com uma escola de Estado judeu, uma escola para meninas, um abrigo de artesanato, um Talmud-Yeshiva, 107 escolas primárias judaicas, e cinco escolas de ensino fundamental para as meninas. Este foi um feito único na Russia.




Interior da Nova Sinagoga






Os judeus desempenharam um papel muito importante na vida desta cidade, como industriais, comerciantes, artesãos, donos de casas de impressão, médicos e professores. Construíram também duas bibliotecas judaicas e várias organizações de caridade que funcionavam na cidade. Não foi em vão que a apelidaram de "Hrodna Aura" e sim porque foi criada por sua população culta e inteligente. Por esta razão Grodno foi considerado a capital dos intelectuais judeus da Europa.



Os judeus de Hrodna tornaram-se conhecidos em todo o mundo, incluindo nomes como: Léon Bakst, Ilya Gintsburg, L. L. Zamenhof, Herman Yablokoff e Avram-Shalom Friedberg, de quem vos deixo aqui uma breve apresentação.


Auto retrato de Léon Bakst



Léon Bakst Samoilovitch, nasceu a 10 de Maio de 1866 e faleceu a 28 de Dezembro de 1924.
Foi pintor e figurinista. Léon, foi também membro da  Diaghilev Sergei e do Ballets Russes, para os quais ele projetou exóticos e ricamente coloridos cenários e figurinos.





 Estas são apenas duas das suas obras, entre tantas outras desta natureza, assim como, paisagens e ainda pinturas sobre locais e acontecimentos históricos.


Ilya Ginzburg



Retrato de Ilya Yakovlevich Ginzburg


Ilya Yakovlevich Ginzburg  de seu nome verdadeiro, Elias Ginsburg, nasceu em1859,  em Grodno e faleceu a 31 de Janeiro de 1939, em Leningrado  Ilya foi um escultor russo e professor de oficinas de arte.







Também em relação a este escultor, apenas aqui coloco duas das suas muitas e importantes esculturas.




Retrato de Ludwig Lázaro Zamenhof



Ludwig Lázaro Zamenhof nasceu em Leyzer Leyvi Zamengov, a 15 Dezembro de 1859 e faleceu no dia 14 de Abril de 1917. L. L. Zamenhof foi um médico judeu, linguista, e criador da obra Esperanto, a mais bem-sucedida construção de linguagem projetada para a comunicação internacional.


A imagem da esquerda é a 1ª edição do seu livro na sua lingua materna e da direita a 1ª edição do seu livro já traduzido.





Seu pai foi professor de alemão, e como tal, ele falava esta língua fluentemente, para além do Russo e da sua língua judaica, o Yiddish. Mais tarde, ele aprendeu francês, latim, grego, hebraico, e Inglês, e tinha algumas luzes em italiano, espanhol e lituano.




Herman Yablokoff

Foto de Herman Yablokoff


 Herman Yablokoff, foi um Composito Iídiche, letrista, ator, dramaturgo, diretor e produtor. Herman Yablokoff [Hayim Yablonik] nasceu em Grodno, Polônia russa (agora Bielorrússia), no ano de 1903 e faleceu em 1981. Em Grodno  foi onde começou a cantar no coro do Cantor Reb Yoshe Slonimer aos dez anos de idade. Ele começou desempenhar alguns papéis infantis no teatro iídiche local quando tinha doze anos, e aos 17 ele saiu de casa para visitar a Lituânia e a Polónia. Em 1924, depois de quatro anos com a Fareynikte Kovner Trup, faz um viajem através da Alemanha e da Holanda. Mais tarde emigrou para a América e começou a tocar nos palcos de Toronto, Montreal e Los Angeles antes de se estabelecer em Nova Iorque.







Escolhi a música Papirossen (cigarros), na versão instrumental e na versão cantada, porque retrata a história de alguns meninos judeus órfãos, que após a guerra vendiam cigarros para sobreviver.
Abraham Shalom Friedberg




Retrato de Abraham Shalom Friedberg


Abraham Shalom Friedberg "Har Shalom", que foi um tradutor hebraísta russo. Nasceu em Grodno a 06 de Novembro de 1838 e morreu em Varsóvia, no dia, 21 de Março de 1902. Em 1883, ele tornou-se o editor de "Ha-Zefira" e mais tarde editor de "Ha-Meliz", estabeleceu-se em Varsóvia em 1888 e tornou-se o editor da enciclopédia hebraica "Eshkol". Ele traduziu os livros: "Emek Haarazim" em 1875 (Vale de cedros) "Kneset Israel" em 1886, e em 1893 traduziu "Korot Hayehudim Be-Sefarad" uma história dos judeus na Espanha. A sua obra-prima foi "Le Zichronot Beit David" em  3 vols, entre 1893 e 1895. Seu último trabalho foi "Ve Hatora Ha'Haim" (Tora e vida).

 
Fontes:
http://www.milkenarchive.org/people/view/all/754/Yablokoff,+Herman
http://www.youtube.com/watch?v=woLhFiKeTg0


Nenhum comentário:

Postar um comentário