terça-feira, 25 de março de 2014

No dia de hoje na história judaica – 23 de Adar II 5774



Mishkan e os
“sete dias de treino”

(1312 AEC)























Modelo do tabernáculo em Timna Park, Israel


Os Filhos de Israel começaram a construir o Mishcan, Tabernáculo, um Santuário portátil para abrigar a Divina Presença durante a sua jornada pelo deserto, a 11 de Tishrei de 2448 (1312 AEC) – seis meses depois do Êxodo do Egipto, três meses depois da revelação no Sinai, e 80 dias após adorarem o bezerro de ouro.

A construção do mishcan – que seguiu um detalhado conjunto de instruções entregues a Moisés no Monte Sinai – durou 74 dias, e foi concluído a 25 de Kislêv. Porém a Divina ordem para erguer o mishcan ocorreu somente três meses depois, em 23 de Adar, quando Moisés foi instruído a começar um “período de treino” de sete dias.



Mishkan Light – Pintura de Yoram Raanan


Durante a semana de 23 a 29 de Adar, o mishcan foi erguido a cada manhã e desmontado todas as noites. Moisés serviu como Sumo-sacerdote e iniciou Aharon e seus quatro filhos no sacerdócio. Então, no “oitavo dia” – 1º de Nissan – o Mishcan foi montado em carácter permanente, ou seja, deixado de pé até que chegasse a ordem Divina para prosseguir viagem. Aharon e seus filhos assumiram o sacerdócio, e a Presença Divina veio habitar no mishcan.



O modelo do tabernáculo, feito em plástico por um grupo de crianças numa escola. Trata-se de um kit que eles têm que montar à medida que vão aprendendo. Clique no 3º link das fontes para ver melhor todo o processo.



Fonte do Texto:

Fontes das imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário