sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

O dia de hoje na história judaica - 24 Tevet 5774




 Ontem, no artigo “Tudo azul em Safed”, falei desta  bela e mística cidade, mas também sofrida. Hoje, volto a falar nela, porque passam precisamente 176 anos do fatídico terramoto de 1837, um dos dois terramotos que causaram muitas baixas e uma tremenda destruição a esta "Cidade da Cabala".


O Terremoto de Safed (1837)


Um terremoto devastador assolou o Norte de Israel, matando quatro mil judeus em Safed e entre 700 a 1000 judeus em Tibérias. Muitos dos sobreviventes migraram para Hebron, tendo como resultado o rejuvenescimento da comunidade Chabad, lá estabelecida há 10 anos pelo segundo Rebe de Chabad, Rebe DovBer.




Relatório do Terramoto da Galiléia no jornal The Times, de 01 de Março de 1837. Clique na imagem para a aumentar.




Muitos artistas têm feito justiça a Safed. Esta cidade encantada e propícia às artes, aliás, conhecida também pela cidade dos artistas que têm através das suas diferentes técnicas, estilos e escolha de cores retratado todos os cantos deste local, nomeadamente a parte mais antiga da cidade.


E é desta forma que pretendo assinalar este dia; com arte. Não tendo eu muito jeito para este tipo de situação, expresso assim o que sinto, ficando em pensamentos com todos os que partiram através destas obras  do pintor Leonid Zikeev.


de noite em Safed 


Primavera em Safed


Museu Ameiri em safed 


Por-do-sol 




Fontes:
Ziva David

Nenhum comentário:

Postar um comentário