terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Codex Aleppo







Codex Aleppo ou Códice de Alepo no (Hebraico: כֶּתֶראֲרָםצוֹבָא, (sˁovɔʔ ʔăɾɔm de kɛθɛɾ) Keter Aram Tsova é o mais antigo e completo manuscrito da Bíblia Hebraica de acordo com o Tiberiano Massorá, produzido e editado pelo respeitado massoreta *Aaron ben Moses ben Asher.


Página do Codex Aleppo, Deuteronómio.





Datado de 930 d.e.c., cerca um terço dele, inclui quase toda a Torá. Considera-se o manuscrito original de maior autoridade massoreta, que segundo a tradição familiar, estas Escrituras Hebraicas foram preservadas de geração em geração. Assim o Códice de Alepo é visto como fonte original e a maior autoridade para o texto bíblico e os rituais judaicos. Este provou ter sido o texto mais fiel aos princípios dos Massoretas.


 

O Códice de Alepo tem uma longa história de consultas pelas autoridades rabínicas. Os estudos modernos mostraram-no como a mais exata representação dos princípios massoréticos que podem ser encontrados em todo o manuscrito, contendo pouquíssimos erros entre os milhões dos detalhes ortográficos que compõem o texto massorético.

O Papiro Nash (Século II a.C.). Contém uma parcela do texto pré-Massorético, especificamente os Dez Mandamentos e as práticas do Shemá Israel.






As consoantes usadas no Códice foram copiadas pelo escritor Shlomo ben Buya'a na região de Israel, 920. O texto foi, vocalizado com pontos consonantais no estilo massorético por Aaron ben Moses ben Asher. Ben Moses foi o último e o maior de membro proeminente da dinastia do Ben-Asher, que deu forma à versão mais exata da Massorá e, consequentemente, da Bíblia Hebraica.


O Códice de Leningrado, que data aproximadamente ao mesmo tempo em que o Códice de Alepo foi reivindicado como sendo uma obra escrita por Ben-Asher.


O Códice de Alepo foi o manuscrito usado pelo rabino e académico Maimónides (1135-1204) quando estabeleceu os parâmetros exatos para a escrita dos rolos da Torá, de Hilkhot Sefer Torah ("as leis dos rolos da Torá".) na sua Mishneh Torah.



*Aaron ben Moses ben Asher (hebraico: אהרון בן משה בן אשר ; Tiberian hebraico: ʾ Aharon ben Mōšeh ben ʾAser) (século 10, morreu no ano 960) foi um judeu escriba que refinou o sistema Tiberian ao escrever os sons das vogais em hebraico, ainda em uso nos dias de hoje, e que nos servem como base para a análise gramatical.





Fontes:



Nenhum comentário:

Postar um comentário