quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Comentário da Parashá desta semana:


Shemot


Num famoso diálogo, encontramos na parashá desta semana, Moisés a questionar D-us sobre as especificidades do Seu nome.

 

Uns versos depois é a vez de D-us fazer perguntas – “O que tens na tua mão? Pergunta D-us a Moisés. Moisés respondeu que era a sua vara. Por solicitação Divina Moisés atira a vara ao chão e esta imediatamente se transforma numa serpente.




Enquanto a pergunta de Moisés faz possa parecer um pouco peculiar, a questão que D-us coloca, essa é totalmente incompreensível. Como é que D-us alguma vez precisaria de colocar questões para obter uma informação? Não estava Ele absolutamente consciente do que Moisés tinha nas suas mãos?


O Tzror Hamor explica que as duas questões estão na realidade directamente ligadas já que D-us na realidade está a responder à questão de Moisés com uma questão D’Ele próprio.


A pergunta de Moisés sobre o nome de D-us era na verdade uma tentativa de compreender a profundidade e os segredos do Divino.


A isto responde D-us com a pergunta sobre a vara “O que tens na mão?”


O que D-us esta a dizer a Moisés diz o Tzor Hamor, é o seguinte: se uma simples criação de D-us pode nem sempre ser o que verdadeiramente aparenta, obviamente a mente humana não tem a capacidade de compreender a Minha Essência.


E esta é a ligação entre as duas questões. O que à primeira vista parece ser uma questão óbvia contem uma profunda mensagem para cada um de nós.


Cortesia do Rabbi
Eli Rosenfeld


Shabbat Shalom!
chabadportugal.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário