segunda-feira, 5 de novembro de 2012

O Amor pela Arte



Irene Gendleman
 
Irene nasceu em 1964, na cidade Crimeia, na Ucrânia e atualmente reside em Israel.
 
 

O Mar Negro, as Montanhas do Cáucaso e as ruas estreitas e sinuosas da Criméia Velha, serviram de inspiração à jovem Irene que desejava ser uma artista. Foi numa idade muito precoce que a sua ligação e fascínio pelas artes visuais se manifestou, e essa paixão foi cumprida ao longo de toda a sua educação, desde a escola primária, à universidade.
 
 

Irene encontra beleza nas silhuetas, nas linhas do horizonte e nas formas da sua cidade, através das quais começou um processo de aperfeiçoamento ao seu estilo artístico.
 

 
Foi através das suas inúmeras visitas a muitas cidades europeias e do Médio Oriente que a sua visão evoluiu. Enriquecida por todos os pontos turísticos e as cores dos lugares que visitou, o seu trabalho começou a ter mais maturidade.
 
 

As suas obras permitem ao observador compreender e sentir a paixão libertada por Irene em todo o seu processo. A beleza das suas pinturas reside no uso astuto de cores suaves, refletindo as diferentes nuances e sombras das cidades. Suas superfícies texturizadas complementam o tema ao revelarem o aspeto sólido das suas construções e linhas finas delicadamente colocadas para dar um ar de leveza à cena.
 
Encanto oculto da vida.


 
Ela é uma artista com um dom muito especial e possui um profundo entendimento do espirito das ruas antigas de Jerusalém; o Muro das Lamentações, os portões da cidade santa e a personagem majestosa de Jerusalém, que todos os amantes de arte poderão encontrar na sua pintura.
 
O Muro das Lamentações.
 
Irene entrega-se com toda a alma e coração a todas as suas obras. Elas são o resultado da sua dedicação de muitos anos de pesquisa e inspiração, que acabam por se revelarem em obras de arte divertidas, coloridas e muito originais, como por exemplo, as suas bailarinas.
 
 
 
 
 
 
Fontes:
 
 
 
E agora apetece-me esta música com ritmo. ZD
Fonte:


Nenhum comentário:

Postar um comentário