quinta-feira, 10 de abril de 2014

Zvi (Henry) Zilberstein - De Pescador...a Pintor!




Zvi (Henry) Zilberstein nasceu em Paris, em Dezembro de 1926 e era filho de um residente de Yiddishland, que emigrou para a França antes da Primeira Guerra Mundial. 




Com a eclosão da 2 ª Guerra Mundial, viu-se obrigado a abandonar a escola. Três anos depois, em 1943, foi para Marrocos onde ele se juntou ao Exército de Libertação francês e onde participou em batalhas na França, Alemanha e Áustria. Em 1947. 




Mais tarde parte para Israel, e acaba por participar na guerra de independência.



Em Israel trabalhou como um pescador, motorista de camião e como arquitecto, mas mais tarde (1995) abandonou todas estas profissões e comprometeu-se apenas com sua pintura.






Nos 70 anos seguintes, Zvi (Henry) Zilberstein viveu a vida como modernista, quando um dia ele trocou a mesa de arquitectura por algo com que não estava familiarizado. Ele foi guiado por uma vaga de intuição deixando-se levar pela nostalgia, isto porque, na realidade este artista esteve sempre muito conectado com a sua própria cultura e tempo. 




Mas ainda assim, houve algo que o inspirou: um álbum de preto e branco, intitulado "mundo desaparecido". O seu autor, Roman Wishniak, um fotógrafo brilhante que passou os anos 20 e 30 na Europa Oriental, capturando os humildes e ainda a muito rica vida das comunidades judaicas através das fotos.

Hoje, Zilberstein reviveu a magia dessas fotos com cores delicadas e um toque de humor, inspirado pela sua admiração ao grande cartunista americano, Norman Rockwell. 



O artista viveu por 70 anos sob a ilusão da modernidade e faleceu em 2009.



Fontes:


Nenhum comentário:

Postar um comentário