sábado, 5 de abril de 2014

Cartas de Liaboa | Metzora



Metzora

Os leprosos e os guardas

(iluminação de Petrus Comestor 's 1372 Bíblia Historiale)


O processo de purificação da Metzora, “uma forma de lepra”, de origem espiritual, é descrito em grande detalhe na Parshá desta semana. Parte do processo incluía o lavar das vestimentas do individuo bem como a sua imersão numa fonte de água.


Miriam fechada fora do Camp

(aquarela 1896-1902 por James Tissot)


Contudo, quando se lida com uma condição física induzida por razoes de natureza espiritual (na realidade os nossos sábios atribuem a tzora'at/lepra primariamente à má língua) o lavar parece ser algo estranho.




Dom Abarbanel, ao comentar sobre este ritual, vê este processo de limpeza como algo representando uma limpeza mais profunda.


 O vestuário, diz ele, representa o nosso comportamento. Ao considerar voltar a compartir a vida comunitária, o nosso vestuário, ou seja, os nossos maneirismos e acções para com os outros devem ser devidamente limpos.




Uma pré-condição para a teshuvá é livrarmo-nos dos vestuários negativos que possamos ter vestidos. Livrarmo-nos dos comportamentos destrutivos é um primeiro passo mas não é suficiente.


 Depois disso precisamos de nos emergir em água. A Torá é frequentemente comparada a água, já que entrar na água permite-nos ficar totalmente envoltos nela. Do mesmo modo com a Torá.


Pintura de Alex Levin


Estes dois elementos juntos permitem vir ao de cima o que melhor temos em nós. Enfocando a nossa atenção em eliminar o que não nos deve pertencer e ao mesmo tempo estar em sintonia com os ensinamentos da Torá, permite-nos atingir o estado de pureza que todos nós almejamos.


Cortesia do Rabino
Eli Rosenfeld
Shavua Tov!
chabadportugal.com


Nota: Caros leitores, na sexta-feira não me foi possível oferecer-vos este momento de estudo/reflexão com o Rabino Eli Rosenfeld, por motivos de força maior. Mas nunca é tarde... e por isso...é hoje! :)

Fontes das imagens:

Chabad North Shore Mikvah

Nenhum comentário:

Postar um comentário