terça-feira, 12 de agosto de 2014

Momento de Arte | Rafael Romero Pineda




“The world is my art and my art is the world”


Rafael Romero Pineda


















Rafael nasceu em Badalona (próximo da cidade de Barcelona), no dia 7 de abril de 1967. Graduou-se com mérito na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Barcelona, ​​e é agora professor na universidade. As suas obras são muitas vezes poéticas e assentes na base da antropologia e história de arte. 




“Flying on the roofs” 2014.
Canvas 60x100 cm.



Conforme vos prometi numa publicação anterior, vamos hoje conhecer um pouco mais sobre este artista. (Por favor clique nas imagens)





Como com outros artistas, há para mim algumas perguntas que teimo sempre em fazer, porque enquanto admiradora das suas obras eu quase tento entrar nas suas mentes à descoberta das suas emoções, aquelas que impulsionam o (a) artista a pegar hoje numa tela, nas tintas, nos pinceis ou espátulas, quando e como se descobriram, o que sentem, porque pintam determinados temas, que mensagens desejam partilhar com o mundo e porquê. Bom, eu fiquei-me por três perguntas, porque neste caso, não necessitei de fazer mais… (descobri uma entrevista dada por Rafael e que aqui vou colocar a acompanhar as suas obras, aliás, o título deste trabalho é precisamente uma frase daí retirada). J





Duas das minhas perguntas, e é por aqui que eu começo, são também perguntas feitas nesta entrevista que vou intercalando com as suas obras:






- Quando é que começou a pintar?


RR: Meu pai trabalhou em Barcelona, ​​na gestão de um escritório de comércio têxtil. Lembro-me de muitas visitas a museus com meus pais e quando já era um pouco mais velho, o meu desejo de viajar e aprender mais sobre o mundo exterior cresceu. Eu tinha um pequeno rádio, e passei muitas noites movendo o botão em busca de novos canais, para ouvir estações distantes com música exótica e línguas estranhas. E "viajei" para diferentes terras sob as minhas cobertas com meu rádio, e me imaginei desenhando, com caixas e caixas de marcadores, e mais tarde, com pincéis e tintas. Depois descobri um acesso ao terraço do prédio onde morava, e foi lá naquele terraço, que comecei a pintar. Eu sempre pintava através da minha imaginação, e lá desenhava os meus mundos e fantasias inventadas.







- O mar é um tema recorrente nos seus trabalhos. Pode dizer-nos o porquê?


RR: Eu nasci em Badalona no final dos anos 1960. Badalona é uma grande cidade perto de Barcelona. Badalona foi localizado no cinturão industrial, mas manteve e continua a manter um ótimo relacionamento com o mar. Uma das minhas memórias mais doces da infância foi visitar o mercado de peixe com meus pais. Lembro-me de um pescador percorrendo a distância da praia, as cores e as formas dos produtos dos pescadores, muitas vezes ainda a saltarem nas redes. Quando criança, muitas vezes eu estava sentado à porta, e vi muitos navios deixar Badalona pelo comércio com a América. Sonhei com rotas e destinos, e um grande mundo de aventura. A sensação de sonhos, viagens e aventuras formam uma grande parte da minha "imaginação" como pintor, e necessariamente, os navios silenciosos com as velas brancas e peixes coloridos aparecem muitas vezes em minhas pinturas.








O que é que o inspirou nestes seus últimos trabalhos?


RR: O mundo e a sua pluralidade é a minha inspiração. Eu pinto os homens, lugares e crenças. Eu gosto de ver minhas pinturas como "pinturas nómadas", que precisam de tradução e da experiência da viagem...






...Eu acho que a vida deve ser vivida como uma grande aventura, provavelmente, lá no fundo, todos os homens devem ter o mesmo objetivo - que é o de ser feliz. Eu tento representar esses pensamentos e ideais em minhas obras.






O que aconteceu com o sonho de viajar?

RR: Assim que pude, arrumei a mochila. Viajei por muitos lugares simbólicos da minha imaginação, de Paris a Nova Iorque, de Varanasi a Katmandu. Eu experimentei o Dakar, passei pelo exótico Samarkand, e por Doha cosmopolita ou Delhi. Os meus destinos foram sempre variados, e através desta aventura apaixonante, até enquanto comia e bebia, aprendi muitas culturas, hábitos, atividades e espiritualidades.





Vai continuar a viajar?

RR: Atualmente, eu tenho a sorte de ter ao meu lado, minha esposa Sílvia (também pintora) e dois filhos maravilhosos Ananda e Sofia. Embora os meus filhos sejam muito jovens, tentamos partilhar este espírito de viajar juntos, tanto quanto possível. Eu agora combino o meu trabalho criativo com o ensino, e como artista continuo a partilhar as minhas aventuras, pensamentos e necessidades com meus alunos.





Por fim deixo-vos com o já extenso curriculum deste pintor e…mais algumas obras:






Exposições individuais - 1988.- Comércio Art Gallery. Barcelona / Galeria Piscolabis. Barcelona. Arcs e CRACS 1990.- Galeria. Barcelona. 1991.- Galeria Ad-Hoc. Vigo / Galeria Norai. Pollença. Arcs e CRACS 1992.- Galeria. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 1994.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Galeria de Sant Lluc. Olot (Girona) ./ Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 1995.- Schuster Gallery. Gelnhausen (Alemanha) / Galeria Schuster.Offenbach (Alemanha) / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). Jordi Barnadas 1996.- Gallery. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 1997.- Casa da Cultura. Sant Cugat Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 






1998.- Museu d'Art Modern de Tarragona. Tarragona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Palácio Provincial. Conselho de Jaén. 2000.- Galeria Manifesto. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 2001.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 2002.- Artes Conexões. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Thitz Atelier. Schornbach (Alemanha). 2003.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 2004.- Artes Conexões. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 2005.- Artes Conexões. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 2006.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha).






Jordi Barnadas 2007.- Gallery. Barcelona. 2008.- Sal Casa de Cultura. Girona / Galeria Joan Planellas. Tossa de Mar. Girona. 2009.- Gallery In der Muhle, Schorndorf (Alemanha) / Galeria Maes (Madrid). Jordi Barnadas 2010.- Gallery. Barcelona. 2011.- "Paradis". Banhos Árabes de Girona.2012.- Abizanda Tower (Huesca). 2012 Governo Regional renovar Sobrarbe / Gran Hotel Rey Don Jaime. Summer Party. Fundação Pró Amyco. Castelldefels. Expositivo Salas, H. Mas Monzón Monzón (Huesca). 2013.- Galeria de Arte Maria Nieves Martin. Villafranca de los Barros (Badajoz) ./ Cortijo Miraflores Museu. Marbella (Málaga) ./ A Fabrica Celra. Celrà (Girona) .2014.- Academia de Belas Artes de Sabadell. Sabadell (Barcelona) ./ Castell de Sant Ferran. Figueres (Girona) / Sala d'Exposicions Col.legi d'Aparelladors de Catalunya. Mataró (Barcelona) ./ Barnadas Huang Art Gallery. (Singapura) / Trip Islândia. Mas els Goges. Sant Julià de Ramis (Girona) .2015.- Programat: Maria Film Galeria Dalmau. Tortosa (Tarragona) / Art Mas pí Contemporânea, Verges (Girona). 






Exposições Colectivas -  1988.- Art Gallery Comércio. Barcelona. 1991.- Norai Gallery. Pollença. Mallorca / Galeria Arcos e estalos. Barcelona. 1992.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Galeria Ad-Hoc. Vigo. / Galeria Arcos e estalos. Barcelona. 1993.- Museu d'Art Modern de Tarragona. Pintura Premi Ricart Camí.Tarragona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Centro de Arte Contemporânea Piramidón. Barcelona. Associação 1994.- dos Artistas alemães. Heidelberg (Alemanha) / Galeria Schuster. Offenbach (Alemanha) / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Schorndorf Halle. Schorndorf (Alemanha) / Galeria Bassler, Freiburg (Alemanha) / Can Felipa Centro Cívico. Barcelona / Contemporary Art Centre Piramidón. Barcelona. 1995.- Schuster Gallery. Offenbach (Alemanha) / Galeria Jordi Barnadas. Barcelona / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Centro de Arte Contemporânea Piramidón. Barcelona. 1996.- Schuster Gallery. Offenbach (Alemanha) / Flamicell Arte Contemporânea. L'Escala (Girona) / Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Artista Books. Faculdade de Belas Artes.






Universidade de Barcelona. Galeria 1997.- Beida. Barcelona / Galeria Schuster. Offenbach (Alemanha) / Galeria Marc 3 Barcelona / Galeria Llucià Homs. Barcelona / Contemporary Art Centre Piramidón. Barcelona. Marc 3 1998.- Gallery Barcelona / Galeria Schuster. Offenbach (Alemanha) / Centro de Arte Contemporânea Piramidón. Barcelona .1999.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Colecção de Arte Contemporânea Museu Palau Novella. Barcelona / Barcelona Gallery Marc 3. 2000.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Artistas para o Tibete. Museu Palau Novella. Olivella. Barcelona. 2001.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). 2002.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Artes Connections. Barcelona. 






2003.- Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Artes Connections. Barcelona / Galeria Esther Monturiol. Barcelona. , 2005-Gallery In der Mühle. Schorndorf (Alemanha). Galeria 2006 .- In der Mühle. Schorndorf (Alemanha) / Galeria Jordi Barnadas. 2007.- ISMES Gallery. Vilanova / Bienal Ciutat de Mataró. Caixa Laietana. Mataró / Amigos das Artes de Terrassa. Premi Calassanç / Claustro do Mosteiro de Sant Cugat. Premi Autocugat. Sant Cugat / Galerias Fivars. Monte Pego. Alicante. / Galeria Jordi Barnadas. 2008.- Barcelona Museu de Granollers. Granollers / Fundação Cuixart. Barcelona. / Galeria Jordi Barnadas. Barcelona. 2009.- Gallery In der Muhle, Schorndorf (Alemanha) / Galeria Maes (Madrid). Jordi Barnadas 2010.- Gallery. Barcelona. Exposição 2011-Grupo dos Artistas 3 Nacionais. Maria Nieves Martin Gallery, Villafranca de los Barros (Badajoz) ./ 17 Exposição Internacional de Arte de Vendas Novas (Portugal) ./ ISMES Gallery. Vilanova.





























2012.- Centro Cívico Sant Narcís 'para Lluna Tornar Cal. "(Girona) ./- A Fabrica Celra, Celrà (Girona) .- / Can Mia .Palol de Revardit (Girona) ./ 4 Exposição Internacional de Arte Contemporânea Extremadura. Live Art 2012 - / 2 Encontro Internacional Tarbut Sefarad. Barcelona 2013 Exposição .- / 4a National Artists Group. Maria Nieves Martin Gallery, Villafranca de los Barros (Badajoz). - / 18 International Art Exhibition de Vendas Novas (Portugal .- / 5 Exposição Internacional de Arte Contemporânea 2013 Art Lives Extremadura .- / "Xs, Pequeno Formato Funciona" Museu do Castelo espanhol Desenhe Larrés (Huesca) ... - / "desenhos de pequeno formato", La Sala Sabinyanigo (Huesca) .- / Art ventilação X edição de Gata de Gorgos (Alicante) .- Sala d'Exposicions "Mia pode" Palol de Revardit (Girona) .- .. Picasso La Mirada, La Cerverina d'Art Gallery. Cervera (Lleida). / Poesia Entre muralhas, o Castelo de Mendoza, The Royal Manzanares (Madrid) ./ a Exposição Nacional de Artistas Grupo 5. Galeria Nieves Maria Martin, Villafranca de los Barros (Badajoz) ./ Arte Postal 2013 Universidade de Granada (Granada) ./ Exposição inaugural, Galeria Barnadas Huang. Cingapura. (Malásia).































2014.- Col.lectiva d'artistes C.C Sant Narcís. Girona. (Girona) / Col.lectiva d'Artistes. DC O Palau. Girona (Girona) ./ Col.lectiva d'Artistes. Pode Sala d'exposicions meu. Palol de Revardit. (Girona). /Col.lectiva D'Artistes. Ocre Gallery, em setembro. Montemor. (Portugal) / Cores de Mon C.C Pedret. Girona. (Girona) / As d'Argos olhar. A Galeria d'Art Cerverina. Cervera (Lleida) / Art Live 2014 Galeria de Arte Maria Nieves Martin. Villafranca de los Barros (Badajoz) ./ X anos de arte contemporânea em Extremadura. Galeria de Arte Maria Nieves Martin. Villafranca de los Barros (Badajoz) ./ Feira de Arte Contemporânea de Cingapura. Galeria de Artistas. Art Gallery Barnadas Huang. Cingapura. / Artistes MON. DC Sant Narcís. Girona. 







OBRAS EM MUSEUS: Museu Marugame Hirai arte contemporânea espanhola. Takamatsu (Japão) / Museu Palau Novella. Olivella. Barcelona / Museu d'Art Modern de Tarragona / Desenho Museu julho Larrés Gavin Castle (Huesca) / Casa Museu de Miguel Hernandez. Orihuela (Alicante). Sunol Coleção (Barcelona) ./ Cortijo Miraflores, Museo Marbella (Málaga) ./ Espanhol Gravura Museum, Marbella (Málaga).



Museu Español del Dibujo, Julio Gavín. Castillo de Larrés.



Museu Miguel Hernández. Orihuela (Alicante)



Museu Marugame Hiorai de Arte Español Contemporáneo, Japon.

Livro do Artista: Museu Espanhol de Gravura. Marbella (Málaga)
RAFAEL ROMERO.: LIVRO: Paisagem azul
rafaelromeropoesis.blogspot.com.es




O livro de pinturas, feitas à mão por Rafael Romero Pineda é na Comunidade de Marbella, uma verdadeira promoção da cultura judaica.




Fontes:

Cortesia de Rafael Romero Pineda


Entrevista:

Nenhum comentário:

Postar um comentário