quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Mishná - 1ª Ordem | Zeraim




Zeraim


Seder Zeraim (Hebraico: סדר זרעים) é a primeira e mais curta ("Ordem") do  Seder da Mishná e a primeira grande obra da Lei Judaica. Esta secção da Mishná foi escrita pelos Sábios para informar todos os judeus sobre o que tem de ser feito para cumprir as obrigações bíblicas acerca das rezas e mandamentos sobre comida. A Halachá (ou Lei Judaica) contém muitas obrigações e restrições acerca das actividades agrícolas, e ordena um horário estricto para os tempos das orações.



A maior parte de Zeraim foi deixada fora da Guemará (a discussão rabínica à Mishná). É explicado teoricamente que os rabinos sentiram que os outros mandamentos tinham uma maior prioridade que os mandamentos agrícolas, que lidam maioritariamente com restrições sobre a comida produzida na Terra de Israel.




Zeraim está dividido em onze tratados:


1- Berachot (ברכות, "Bênçãos")
2- Peah (פאה, "Esquina")
3- Demai (דמאי, "Produto Duvidoso")
4- Kilaim (כלאיים, "Dois Tipos")
5- Sheviit (שביעית, "Sétimo Ano")
6- Terumot (תרומות, "Doações")
7- Maasserot (מעשרות, "Dízimos")
8- Maasser Sheni (שני מעשר, "Segundo dízimo")
9- Chalá (חלה, "Pedaço de Massa")
10- Orlá (ערלה, "Enxerto")

11- Bikkurim (ביכורים, "Primeiros Frutos")





 A sequência dos volumes ou tratados de Zeraim corresponde àquela dada por Rambam ou Maimónides.



Apesar de o primeiro tratado, sobre bênçãos, parecer que não pertence nenhuma secção sobre agricultura, a razão para a sua inclusão é a seguinte: no Judaísmo, uma bênção tem de ser dita antes de tomar comida ou outro produto (também cheirar perfumes ou frutas e avistar alguns fenómenos naturais). Da mesma forma, antes de estudar as leis relacionadas com o sustento, como a agricultura, é apropriado aprender as leis das bênçãos.





Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário