segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Poetisa Portuguesa e Judia



Rebecca Correa


Isabel Correa ou Rebecca Correa (Lisboa, 1655 - Amsterdão, 1700) foi uma poetisa e tradutora Holandês-Português que escrevia na língua espanhola dentro de uma comunidade de marranos hispano-portugueses existentes na capital holandesa no século XVII. É considerada uma das primeiras mulheres escritoras da Holanda.



Em 1694, foi publicada uma tradução feita por Rebecca da obra “Il pastore Fido”, poema pastoral de Juan Bautista Guarini (1590), com o estilo adicionado pessoal e formal Cultista.


Nascida em Lisboa, numa família de conversos de origem castelhana, com quem emigrou para Bruxelas, Antuérpia e, finalmente, para Amsterdão, onde se tornou professou publicamente o Judaísmo. A partir desse momento ela passou a usar o nome hebraico Rebeca, mas assinou suas obras com o nome cristão de Isabel mas também com o nome Rebeca Isabel Correa. Ela casou-se com um escritor espanhol e viúvo convertido ao judaísmo Nicholas Oliver Fullana.

Isabel Correa era famosa pela sua erudição e conhecimento de línguas (latim, grego, Português, Espanhol, Italiano e Francês). Rebecca e o seu marido frequentavam o círculo de Daniel Levi de Barrios (com o nome cristão Michael, 1635-1701) na Academia de Sitibundos fundada em 1685 por Manuel de Belmonte.

De acordo com Daniel Levi de Barrios, Elizabeth escreveu um livro de poemas em espanhol que não sobreviveu.



Ámsterdam a mediados del siglo XVII, tal como fue representada en uno de los Atlas de Blaeu. Miguel de Barrios y Nicolás Oliver Fullana colaboraron con las obras cartográficas de esta familia holandesa.



Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário