sábado, 15 de dezembro de 2012

A Espiritualidade e a Arte de mãos dadas!




Israel Isaac Besancon



Israel Yitzhak Besançon (nascido em 1944 ) é um pintor e rabino e conduz a comunidade Bratslav Shir Hadash de Tel Aviv.



Shabbat Tish

É ainda muito jovem quando Isaac  se sente  atraído pela arte. Na sua adolescência, ele começou uma jornada mística em busca das suas raízes espirituais que duraram vários anos na Yeshiva de Aix-les-Bains, em seguida, ele descobre que o seu mundo se tornou literalmente hassídico e num universo encantado. Naquela época, ele exibia com frequencia os seus trabalhos na galeria de "Denise", em Antuérpia, depois decide  viajar até Paris e por lá ficou durante 7 anos.



Jerusalém


Foi aos seus 16 anos de idade que começou a sentir inspiração para pintar e se expressar através do gênero de arte de Marc Chagall. Bensacon, acabou por criar a sua pintura ao seu próprio estilo único e foi evoluindo desde então por mais de uma década. Sua expressão artística levou-o a uma busca espiritual que resultou na eventual adoção da filosofia judaica chassídica e práticas do Rebbi Nachman de Bresslov, que teve uma profunda influência sobre sua arte. Hoje, a fusão destes dois reinos resultou numa criatividade sem paralelo, o simbolismo, a alegria e a esperança estão inerentes na sua arte.



Seis das doze Tribos



Da esquerda para a direita: Gad e Simeon




Da esquerda para a direita : Judá, e José 



Da esquerda para a direita: Zébulon e Asher






Rabino Besancon seguiu em frente e aprendeu com a geração de artistas da Escola de Paris. Ele é um dos que, de um punhado de artistas contemporâneos, continuaram a tradição de Marc Chagall.




Birkat ha Levana


Asher Mene, o co-proprietário da Galeria BASHA de Jerusalém, descreve o seu trabalho da seguinte forma:


''Para um conhecedor de arte, a de Israel Isaac destaca-se como sendo especialmente significativa, em que cada uma de suas pinturas e em cada elemento, existe uma expressão colorida e altamente simbólica de uma crença espiritual profundamente arraigada e que muitas vezes é o produto da sua própria vivência”.




Yom Kippur



Este período parisiense deu à sua arte uma experiência cultural e artística. Ele ilustra e publica "O Livro de Ruth" e abriu um estúdio-galeria onde expunha os seus trabalhos. É  então que uma obra que vai mudar a sua vida tem lugar: " Megiloth " O californiano Jack. E Gindi visitou a sua galeria e descobriu que esta sua obra poderia abrir os seus horizontes no mundo judaico e iniciar uma nova carreira. Isaac deixa Paris e retorna para um ambiente mais hassídico.




Kidush



O Rabino Besancon tem evitado a luz do estrelato de acordo com seu ponto de vista hassídico. Seu foco é o cumprimento humilde, a expressão através da palavra escrita, através da arte visual e de um chamamento espiritual que ele sente que é a sua verdadeira missão. O avanço inovador ao estilo do Chagall, desencadeou a jornada de Israel Isaac para as profundidades e extensões de sua própria alma, e a sua expressão através de uma forma de arte única. Cada uma de suas obras é repleta de um importante conteúdo e a sua mensagem é o resultado das suas crenças maduras, conhecimento e introspecção.




Simcha Torah



Besancon é também um líder hassídico ativo e reconhecido, divulgando os ensinamentos de Rabi Nachman de Breslov que lhe ensinou um caminho alegre e particularmente otimista para o desenvolvimento da alma judaica. Ele também é o autor de mais de uma dúzia de livros em francês, hebraico, Inglês e ucraniano. Vários destes, incluindo "coragem", seu best-seller, estão na lista de leitura obrigatória, respeitando Baal Teshuvá (retorno judeu).



Violinista na neve


O Rabino e artista, é um homem de família, e devido a vários fatores, incluindo a idade avançada e dos seus muitos outros compromissos, ele começou a pintar menos nos últimos anos. Colecionadores tendem geralmente a agarrar as suas obras, e há um mercado ativo e aberto mas muito limitado. Obras de arte do rabino Besancon estão praticamente todas nas mãos de privados, com colecionadores e principalmente da França, Bélgica, EUA (Nova York, Miami, Califórnia), Israel, Reino Unido (Londres e Manchester), em Toronto e no Canadá.




Rebe a ensinar crianças

Ele iniciou uma obra que iria durar 12 anos a concluir, a Hagadá, e que será publicada em 1998, em Jerusalém pela PM Judaica. No final de 1995, Isaac e sua família imigraram para Israel. Esta decisão terá um enorme efeito na sua inspiração e ainda hoje vivem na velha Tel Aviv.




Chassidim lullav




 Shavua Tov!

Havdalá





Fontes:


Nenhum comentário:

Postar um comentário