sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Cartas de Lisboa | Rosh Hashaná




Rosh Hashaná



Rosh Hashaná é quando se celebra o Ano Novo Judaico, o qual comemora a Criação e nela o nosso propósito.




Na verdade, Rosh Hashaná não é o aniversário do primeiro dia da Criação, mas sim o sexto, o dia em que Adão foi criado. O versículo ao descrever criação Divina de Adão diz-nos que ele foi formado na "imagem" de D'us.




O Rabino Menashe ben Israel, líder Judaico e um rabino nascido em Portugal, na sua obra magistral "Conciliador", aborda a questão óbvia.


"Se D'us não tem imagem ou forma, a que “ imagem” se refere o verso?


Explica o Rabino, o termo imagem neste contexto é utilizado para transmitir uma "mensagem".

É verdade que o mundo foi criado durante um período de seis dias, mas nenhum outro ser reflecte como o ser humano o desejo final de D'us para o mundo.


Podemos pensar como analogia, diz ele, num indivíduo bonito, de pé diante de um espelho.




De modo algum existe qualquer comparação entre a plenitude da vida do ser humano e uma mera forma que é o seu reflexo.


No entanto, há muito que se pode decifrar sobre a pessoa ao ver seu reflexo.


O uso do termo "imagem", transmite a energia Divina e a beleza investida em nós, lembrando-nos das responsabilidades únicas que temos neste mundo.


Sim, Rosh Hashana é o sexto dia na Criação, mas é dia número em termos da visão de Deus para este mundo, visão que nós, que fomos criados à sua "imagem", temos como obrigação implementar.


Shabat Shalom e Shaná Tová!
Cortesia do Rabino
Eli Rosenfeld
chabadportugal.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário