domingo, 20 de julho de 2014

Curiosidades Judaicas | Alentejo




ALCÁCER DO SAL


Cidade portuguesa, sede do concelho homónimo, pertencente à região do Alentejo, com cerca de 6.700 habitantes.



De origem fenícia, Alcácer do Sal é uma das mais antigas cidades da Europa. Durante o domínio árabe sediou uma das fortalezas mais fortes da península como capital de província. Reconquistada por Afonso Henriques em 1158, porém, só no reinado de Afonso II é que a cidade foi definitivamente conquistada.



Castelo de Alcácer do Sal


A Judiaria de Alcácer do Sal localizava-se na zona da ribeira, na parte baixa da vila, na Rua Direita, junto ao rio Sado, muito provavelmente na sua parte oriental e avizinhada com a população cristã.



Zona da Ribeira do Sado


Tratava-se de uma zona de intenso movimento, com a chegada e partida diária dos barcos que ali aportavam desenvolvendo a sua actividade mercantil no comércio e o artesanato, actividade justificada pela proximidade da água e útil aos curtumes existentes. A maioria dedicava-se ao comércio local e regional como almocreves ou pequenos negociantes, em lojas ou tendas.

Prova da prosperidade económica da comuna judaica de Alcácer do Sal é o rendimento em impostos à fazenda do reino, avaliado em 17.500 reais, conforme documentado numa carta régia datada de 1499, na qual D. Manuel expressa o desejo de compensar o seu primo D. Álvaro, justificada por este deter esses rendimentos, no âmbito da expulsão ministrada em 1496-97.

Depois do édito de expulsão dos Judeus apenas surgiram duas referencias a cristãos–novos, provando que poucos se teriam convertido ao cristianismo, deixando doravante a comunidade de estar presente nesta cidade.




Fontes:


Por Caeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário