sexta-feira, 30 de março de 2012

NELLA MAISSA



A Sefardita
 

     Nella Maissa é uma pianista portuguesa de origem italiana. Nasceu em Turim, em 1914, numa família sefardita (Segre do lado materno e Basola do lado paterno). Casou com Renato Maissa, um judeu português, na sinagoga de Milão, em 1936, tendo vindo para Portugal em 1939.
 
      Estudou piano com Bufaletti, Alfredo Casella e Vianna da Motta, e composição com Ferrari Trecate. É diplomada em piano pelos Conservatórios de Milão e Pesaro e licenciada em Direito pela Universidade de Parma. Em 1933, foi premiada no 1º Concurso para Jovens Concertistas em Roma e, em 1944, obteve por unanimidade o 1º Prémio Vianna da Motta da Emissora Nacional de Lisboa.
    
      Toda a sua vida batalhou para promover os compositores portugueses, tendo gravado a obra completa de João Domingos Bomtempo. Gravou igualmente discos com obras de Lopes-Graça, Armando José Fernandes e Luís de Freitas Branco, tendo tocado música portuguesa em todo o mundo, da Europa à América do Norte, Brasil, África e Israel. Em 1974 recebeu da imprensa um prémio especial pela sua obra de divulgação da música portuguesa. Pela sua dedicação à música portuguesa foi condecorada, em 1986, com a Medalha de Mérito Cultural, e em 1989 foi agraciada com o grau de comendador da Ordem de Sant’Iago da Espada. Foi também condecorada grande oficial da Ordem da Estrela de Solidariedade Italiana, pelo Presidente da República Italiana, pela sua dedicação aos compositores italianos, que nunca abandonou.
 
     Membro da Comunidade Israelita de Lisboa (CIL), para a qual tocou diversas vezes, nomeadamente por ocasião da comemoração da independência do Estado de Israel, em 1948, no recém-inaugurado Centro Israelita de Portugal.


Em Junho de 2008, Nella Maissa, com 94 anos de vida e 76 de carreira, apresentou-se publicamente pela última vez, na Casa da Música, no Porto.
 
 
Este artigo foi-me oferecido pela minha amiga Sónia Craveiro.
 
Muito obrigada

Fontes:

DICINÁRIO DO JUDAÍSMO PORTGUÊS, EDITORIAL PRESENÇA;

Nenhum comentário:

Postar um comentário