quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Cartas de Lisboa | Sukkot



A Sucá e as Quatro Espécies

















Um feriado. Dois Mitzvot especiais.



Durante o Sucot, comemoramos o feriado comendo e passando tempo na Sucá, numa estrutura temporária ao ar livre; que, na verdade, dá o nome ao feriado.




Além disso, também cumprimos o Mandamento das Quatro Espécies, reunindo o Lulav, Etrog, Hadassim e Aravot, e agitando-o em conjunto de acordo com as normas tradicionais.





Dom Abarbanel vê estes dois Mitzvot como a combinação perfeita de dois aspectos distintos deste feriado. A primeira,  a Sucá, que é uma lembrança dos tempos passados, com as paredes da Sucá que nos cercam por todos os lados, comemorando o modo como D-us protegeu o Povo Judeu após o Êxodo do Egito.




Por contraste, o Mitzvah das Quatro Espécies permanece enraizada no presente. Trazendo juntamente essas diferentes Espécies, imita um conjunto de uma colheita, e o sentimento de gratidão a D-us pela Sua graça que é muita, aqui e agora, neste preciso momento.




Com isso em mente, a nossa observância do Sukkot assume um duplo nível de conexão com D-us. É tanto uma celebração da nossa ligação histórica com Ele como a Sua amada Nação, e uma valorização atual de tudo o que Ele nos continua a oferecer hoje.


Chag Sameach!
Cortesia do Rabino


Eli Rosenfeld
chabadportugal.com



Pinturas pela ordem de entrada:
Shoshannah Brombacher
Mikhail Zarovny
Lisa Marie Dole Skinner

Nenhum comentário:

Postar um comentário