quarta-feira, 25 de junho de 2014

O dia de hoje na história judaica | 28 Sivan 5774




O Rebbe chegou aos Estados Unidos  
(1941)


Rabi Menachem Mendel Schneerson

Após escapar da Paris ocupada pelos nazis, e muitos meses perigosos em Vichy, na França, o Rebe, Rabi Menachem Mendel Schneerson e sua esposa, Rebetsin Chaya Mushka embarcaram no navio Serpa Pinto em Lisboa, Portugal.

Na segunda-feira 23 de junho – 28 de Sivan no Calendário Judaico – às 10:30 da manhã, eles chegaram a Nova Iorque.

Logo após sua chegada, o sogro do Rebe, então Rebe Lubavitcher, Rabi Yossef Yitschac Schneersohn (que tinha sido resgatado da Varsóvia ocupada pelos nazis em 1940), nomeou-o para liderar os programas sociais e educacionais de Chabad-Lubavitch. Assim o Rebe começou sua obra revolucionária, com décadas de duração, para revitalizar a vida judaica no Hemisfério Ocidental, que se espalhou, através dos emissários (shluchim) que ele despachou da sede em Nova Iorque para os quatro cantos do mundo.


Curiosidades
Visita a Lisboa


Entre os muitos refugiados que passaram por Portugal e Lisboa na fuga do Shoah estava o grande tzadik, o Rabino Menachem Mendel Schneerson, que mais tarde viria a ser o 7º Lubavitcher Rebbe. O Rebbe viajava da França com a sua mulher a Rebetsin Chaya Moussia, filha do 6º Rebbe.



Pouco se sabe sobre a estadia do Rebbe em Portugal, uma vez que falta fazer um trabalho de pesquisa nos arquivos nos Ministérios dos Negócios Estrangeiros e da Administração Interna. O que se sabe é que deixou Portugal no dia 17 de Sivan 5701 (12 de Junho 1941) no navio Serpa Pinto da Companhia Colonial de Navegação para Nova Iorque. Viajaram 1ª Classe, Porão. A mala de viagem utilizada para a travessia do Atlântico ainda existe na sede do movimento Lubavitch em Nova Iorque.

Nos acervos do Rebbe existem notas para uma palestra, escritas durante a estadia em Portugal, sobre um texto bastante obscuro, tirado do tratado de Sanhedrim do Talmud, sobre a vinda de Moshiach:

"O filho de David só virá quando procurarem peixe para os doentes e não encontrarem nenhum."

Desconhece-se onde o Rebbe deu a sua palestra mas terá sido na Comunidade Israelita de Lisboa ou noutro local.



Aproveito para vos deixar um pequeno apontamento sobre: O navio Serpa Pinto.

Foi o navio de passageiros que, durante a Segunda Guerra Mundial mais viagens transatlânticas realizou entre Lisboa, Nova Iorque e Rio de Janeiro, transportando refugiados da guerra em geral, e particularmente judeus em fuga do nazismo, trazendo de volta à Europa, cidadãos de origem germânica expulsos dos países americanos. Adquiriu assim popularidade, ficando conhecido pelos epítetos de "Navio da Amizade", "Navio Herói" e "Navio do Destino".





Fontes:

"O Rebe" | Pintura de Michael Khundiashvili


2 comentários:

  1. Mi apellido es Serpa y quisiera saber si es de origen judio. Si alguien tiene informacion, por favor compartir conmigo. Gracias

    ResponderExcluir
  2. Cara Adyelle, em resposta à sua pergunta vou enviar-lhe um site, onde consta uma lista de apelidos de cristãos-novos e onde pode encontrar o seu nome Serpa. Tal como os meu dois apelidos constam desta lista, assim com tantos outros, chamo a sua particular atenção para o texto que antecede a mesma. Os nossos apelidos, por si só não são prova da origem judaica, mas podemos sempre começar a nossa pesquisa através do mesmo, uma vez que por outro lado e na grande maioria dos casos, a tradição judaica foi-se desvanecendo no seio das familias, até restar muito pouco ou quase nada, por vezes...apenas o apelido: http://www.anussim.com.br/marranismo/sobrenomes-judaico-portugueses.php

    Espero que a minha resposta possa ter sido útil ou pelo menos informativa. :)

    ResponderExcluir