quinta-feira, 19 de junho de 2014

Curiosidades Judaicas | Alfândega da Fé




SAMBADE


Freguesia do concelho de Alfândega da Fé, na região de Trás-os-Montes, com 475 habitantes.




Em Sambade viveu uma comunidade judaica. Segundo a investigação que deu origem ao livro,

 "Os Marranos de Trás-os-Montes: Judeus novos na diáspora: O caso de Sambade"





Esta aldeia albergou no século XVII "uma laboriosa comunidade de cristãos-novos que tornavam florescente a indústria de tecidos de linho, lã e seda, comunidade que foi desmantelada pela Inquisição numa verdadeira operação de limpeza étnica". De facto, na aldeia de Sambade ainda há hoje uma zona chamada de Bairro dos Judeus ou de Bairro Novo.



Fugidos de Sambade, os marranos fizeram-se judeus novos e na diáspora ajudaram à construção do mundo moderno. Na França, como professor da universidade de Paris e renomado investigador do Centro de Estudos Espaciais, Jacques Blamont apresenta-se como descendente direto de uma das famílias fugidas de Sambade há quase 400 anos. Foto: Jacques Blamont



Em Vancouver, Canadá, o famoso arquiteto Richard Henriques, no museu que construiu da sua família, reclama a herança dessa gente que de Trás-os-Montes partiu e foi dar vida a chãos da Jamaica e outras terras das Índias Ocidentais.




Fontes:


Por Caeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário