domingo, 24 de fevereiro de 2013

Um pintor, escritor, filosofo e um pouco mais...



Benjamin Shiff


O artista nasceu em 1931 na Alemanha e imigrou para Israel com sua família, com a idade de dois anos.

Aos 40, Benjamin Shiff experimentou uma explosão de expressão criativa. Ele mergulhou na pintura e música explorando também a poesia, assim como a filosofia. O resultado é que, além de seu corpo extenso de obras de arte, Shiff publicou três livros de poesia e dois livros de contos. Também ele, tal como a maior parte dos escritores conceituados, é membro da Associação de Escritores hebraico em Israel. (Carece de informação sobre as suas publicações)



Jerusalém


Depois de seu fascínio inicial com artista surrealista belga René Magritte, e depois de estudos avançados na Áustria, Shiff enriqueceu as suas técnicas a óleo assim como outras que foram igualmente e amplamente utilizadas pelos antigos mestres. Ele afiou sua perspectiva e acrescentou dimensões espirituais e místicas ao seu trabalho através do estudo da Filosofia, Kabala, Hasidism e filosofia judaica. 




Em busca 
da Fé
Esquerda   






Aleluia
Direita
                                                           
O estilo distinto de Shiff é uma mistura de figuras realistas e um toque de cubismo. Suas figuras são tiradas de um conhecimento profundo da forma humana e seu potencial emocional, e são examinadas através de um prisma metafísico.




Em ti confio 
Esquerda 

Direita: 
Transmissão da sabedoria




Os assuntos parecem procurar conforto e refúgio, e possuem uma espécie de lírica melancolia. Eles têm uma qualidade translúcida, uma ilusão de uma luz interior. O seu trabalho expressa a busca do artista para resolver o conflito entre uma realidade muitas vezes cruel e seu idealismo inato.


Harmonia Celestial

Oração por Jerusalém


Shiff retrata mulheres em geral e as mães em particular, explora sua suavidade, ternura e mistério. Seus outros assuntos evocam o misticismo e a saudade espiritual que vai além do prazer visual do observador.





















As obras de Benjamin Shiff fazem parte da coleção do Palácio Presidencial eslovaco, e da coleção do Museu Cultural do judaísmo em Bratislava.



















Esquerda: Notas altas                                    Direita: Piedade


Tal como outros artistas, Shiff trabalha as salas do Departamento de escritórios novos de Relações Exterioresem Jerusalém







Muitas outras obras fazem parte de colecções particulares na Europa, os EUA e Israel.







Fonte:
http://www.shiffstudio.com/About/biography.aspx


Nenhum comentário:

Postar um comentário