sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Cartas de Lisboa | Vayeishev





Vayeishev


Mesmo um estudante casual da Torá sabe que Jacó tinha uma família numerosa.





Seria de esperar, portanto, que o verso que começa com "Estes são os filhos de Jacob," continuasse com uma longa lista de nomes. No entanto, e no seguimento, a Torá concentrasse apenas num filho, "José". (Bereshit 37: 2)





Por que é que o verso inicia em termos gerais e que nos induz que uma lista da família inteira se seguirá, para de seguida, concluirmos que apenas menciona o nome de José?


Rabbi Avraham Saba, na sua obra Tzror Hamor, oferece uma explicação fascinante:


O objetivo da Torá diz ele, não é apenas dar-nos uma lista de nomes, mas sim de descrever o seu carácter e idoneidade moral. Ao destacar José, a Torá está realmente a falar-nos sobre todos os filhos de Jacó.






Depois de ser sequestrado vendido e escravizado, não seria surpreendente, diz o Tzror Hamor, que José tivesse tido uma escorregadela moral?









Além disso, depois de ascender à grandeza e ter alcançando grande sucesso pessoal no Egipto, uma queda espiritual também não seria chocante.









É por isso que a Torá se concentra em José. Se ele com todos os desafios, dificuldades e sucessos por que passou, permaneceu firme na linha da educação recebida de Jacó, por maioria de razão o mesmo aconteceu com todos os outros filhos.

Então, na verdade, o versículo dá-nos uma imagem completa. "Estes são os filhos de Jacó,". Se queremos saber sobre a família de Jacó, e a sua determinação em seguir o caminho de D-us, não é preciso buscar para além de "José".




Shabat Shalom!
Cortesia do Rabino


Eli Rosenfeld
chabadportugal.com




Fontes das imagens:


Nenhum comentário:

Postar um comentário