domingo, 31 de março de 2013

Um dia muito importante para Portugal!



Extinção da Inquisição


DIÁRIO DAS CORTES GERAES E EXTRAORDINARIAS DA NAÇÃO PORTUGUEZA.
NUM. 47
SESSÃO DO DIA 31 DE MARÇO DE 1821

(O documento é reproduzido com a grafia da época)



Decreto


As Cortes Geraes, Extraordinarias, e Constituintes da Nação Portugueza, Considerando que a existencia do Tribunal da Inquisição he incompativel com os principios adoptados nas Bases da Constituição, Decretão o seguinte:


1.°  O Concelho Geral ao Santo Officio, as Inquisições, os Juisos do Fisco, e todas as suas dependencias, ficão abolidos no Reyno de Portugal. O conhecimento dos Processos pendentes, e que de futuro se formarem sobre causas espirituaes, e meramente ecclesiasticas, he restituido á Juriadicção Episcopal. O de outras quaesquer causas de que conhecião o referido Tribunal, e Inquisições, fica pertencendo aos Ministros Seculares, como o de outros crimes ordinarios, para serem decididos na conformidade das Leys existentes.


2.°  Todos os Regimentos, Leys, e Ordens relativas á existencia do referido Tribunal, e Inquisições, ficão revogadas, e de nenhum effeito.


3.°  Os bens, e rendimentos, que pertencião aos dictos estabelecimentos, de qualquer natureza que sejão, e por qualquer titulo que fossem adquiridos, sejão provisoriamente administrados pelo Thesouro Nacional, assim como os outras rendimentos publicos.


4.º  Todos os Livros, e tudo Manuscriptos, Processos findos e tudo o mais que existir nos Cartorios do mencionado Tribunal, e Inquisções, serão remettidos á Bibliotheca Publica de Lisboa, para serem conservados em cautela na Repartição dos Manuscriptos, e inventariados.


5.°  Por outro Decreto, é depois de tomadas as necessarias informações, serão designados os ordenados que ficarão percebendo os Empregados que servirão no dicto Tribunal, e Inquisições.


A Regencia do Reyno assim o lenha entendido, e faça executar. Paço das Cortes 31 de Março de 1821. –Hermano José Braancamp do Sobral, Presidente – Agostinho José Freire, Deputado Secretario – João Baptista Felgueiras, Deputado Secretario.




 Fonte:
Por Terras de Sefarad

2 comentários:

  1. E foram devolvidas as propriedades surripiadas ás vitimas dos infames processos ?
    Ou continua tudo como dantes ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Benjamin,

      Não tenho uma resposta para lhe dar pois como sabe é sempre muito complicado obtermos uma informação documentada, porém, confesso que também não pesquisei acerca do assunto, mas duvido que tal tenha acontecido!!!! :(

      Mal tenha oportunidade irei tentar saber um pouco mais para lhe poder responder com mais precisão e se conseguir irei colocar essa informação neste artigo.

      Grata pela compreensão,

      Desejo-lhe uma boa semana,

      Ziva

      Excluir