domingo, 18 de janeiro de 2015

Rabbi Samson Raphael Hirsch




Torah im Derech Eretz”


Samson Raphael Hirsch 
(20 de junho de 1808 - 31 de dezembro de 1888)


Samson Raphael Hirsch foi um rabino alemão mais conhecido como o fundador intelectual da Torah “im Derech Eretz” escola de judaismo contemporâneo ortodoxo. Ocasionalmente denominado neo-ortodoxia, a sua filosofia, juntamente com a de Azriel Hildesheimer, teve uma influência considerável sobre o desenvolvimento do judaísmo ortodoxo.

Hirsch foi rabino em Oldenburg, Emden, e posteriormente foi nomeado rabino-chefe de Moravia. A partir de 1851 até sua morte levou a comunidade ortodoxa secessionista em Frankfurt am Main. Ele escreveu uma série de livros influentes, e por um número de anos publicou no jornal mensal Jeschurun, no qual apresenta a sua filosofia do judaísmo. Ele era um oponente vocal do judaísmo reformista na medida em que se opõem ao judaísmo conservador.

Hirsch nasceu em Hamburgo, Alemanha. O seu pai, apesar de comerciante, dedicou grande parte de seu tempo aos estudos da Torá; assim como o seu avô, Mendel Frankfurter, que foi o fundador do Talmud Torah em Hamburgo e assistente voluntário do rabino da congregação vizinha de Altona ; e por fim, o seu tio-avô, Löb Frankfurter, foi o autor de várias obras em hebraico, incluindo “Harechasim le-Bik'ah” (הרכסים לבקעה). Hirsch foi um dos alunos de Chacham Isaac Bernays , e a educação bíblica e do Talmud que recebeu, combinado com a influência do seu professor, foi determinante para acabar por não se tornar num comerciante, como os seus pais haviam desejado, mas sim, por escolher e seguir a sua vocação rabínica.

Para a prossecução deste plano, ele estudou Talmud 1828-1829 em Mannheim, com o Rabbi Jacob Ettlinger. Mais tarde acaba por entrar na Universidade de Bonn, onde estudou ao mesmo tempo que o seu futuro antagonista, Abraham Geiger.

Em 1830 Hirsch foi eleito rabino-chefe (Landesrabbiner) do principado de Oldenburg. Durante este período, ele escreveu a sua obra “Neunzehn Briefe über Judenthum”, (Dezenove Cartas sobre Judaísmo), que foram publicadas, sob o pseudônimo de "Ben Usiel" (ou "Uziel"), em Altona em 1836. Obra disponível em PDF aqui:


Este trabalho causou uma profunda impressão nos círculos alemães porque se tratava de algo novo - uma apresentação brilhante e intelectual do judaísmo ortodoxo. 



Neunzehn Briefe über Judenthum


Em 1838 publicou, como um acompanhamento necessário das letras, “Oder Pflichten de Versuche über Jissroel in der Zerstreuung”, que é um livro-texto sobre o judaísmo para a educação da juventude judaica. Na verdade, ele escreveu “Horeb” em primeiro lugar, mas os seus editores duvidavam que um trabalho em defesa do judaísmo tradicional tivesse lugar no mercado naqueles tempos, quando a reforma estava em voga. 




Hirsch permaneceu em Oldenburg até 1841, quando foi eleito rabino-chefe dos bairros de Hannover de Aurich e Osnabrück, tendo a sua residência em Emden. Durante este posto, que durou cinco anos, esteve quase sempre ocupado com o trabalho comunitário tendo assim pouco tempo para a escrita. No entanto, encontrou uma escola secundária com um currículo que caracteriza ambos os estudos judaicos e um programa secular, pela primeira vez, empregando o seu lema “Torah im Derech Eretz”(1)

Durante os últimos anos de sua vida, Hirsch usou todos os seus esforços na fundação da "Freie Vereinigung für die Interessen des Orthodoxen Judentums", uma associação de comunidades judaicas independentes. Durante os 30 anos após a sua morte esta organização seria usada como um modelo para a formação do judaísmo ortodoxo internacional.

A partir de alguns relatos de familiares, parece provável que Hirsch terá contraído malária na sua estadia em Emden, facto que o continuou a atormentar durante o resto da vida com alguns episódios febris. 



Hirsch morreu em 1888, em Frankfurt am Main e lá foi enterrado.
Hoje é o seu aniversário de falecimento (Yahrzeit ) | dia 27 Tevet 5775


Pedras tumulares do rabino e da sua esposa no cemitério de Frankfurt am Main.





Curiosidades:


O filho de Hirsch, Mendel Hirsch (Alemão) (1833-1900) foi também um estudioso e escritor; e a sua neta Rahel Hirsch (1870-1953) tornou-se a primeira professora de medicina na Prússia. 




Fontes:

http://en.wikipedia.org/wiki/Samson_Raphael_Hirsch

(1)    Ler mais sobre “Torah im Derech Eretz”. :



Nenhum comentário:

Postar um comentário