quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Curiosidades Judaicas | Marialva e o seu Castelo








O Castelo de Marialva, na Beira Alta, localiza-se na vila de Marialva, Freguesia e Concelho de Mêda, Distrito da Guarda, em Portugal.






No topo de um penedo granítico, em posição dominante sobre a vila e a planície cortada pela antiga estrada romana, encontra-se estrategicamente colocado na região fronteiriça do rio Côa (Ribacôa). Um verdadeiro complexo medieval, cujas suas raízes mergulham no passado histórico de Portugal, ligando-se ao trágico destino dos Távoras.



Vista da vila de Marialva a partir do Castelo


Mais uma viagem por terras de Portugal. Desta feita e apenas para conhecer mais um local, e porque estávamos de passagem decidimos parar nesta tão linda terra. Marialva. Confesso que esta paragem foi impulsionada pelo Castelo. Como amantes desta nossa história tão rica, não lhe resistimos.  

Mas temos pontaria, fomos conhecer mais uma terra de judeus. Destes, pouco consegui apurar, apenas casas, marcas cruciformes e um fly dado pelo colaborador da loja do castelo, onde assinalava, “ a Casa dos Judeus” (fora do Castelo e que é utilizada como bilheteira e loja do mesmo).  





A Casa dos Judeus


Já dentro do castelo, uma casa assinalada como a “casa da judia”. Quanto a factos concretos, apenas os Távoras, mas mais história e nomes…Nada L



A Casa da Judia (assinalada como nº 13 no mapa do castelo)




Mas valeu a pena, foi muito emotivo calcar ruas e ruelas pisadas em tempos pelos nossos antepassados. Evidentemente recorrendo a alguns conhecimentos sobre o nosso povo nestes tempos tão longínquos, fomos permitindo que a nossa imaginação nos levasse para aquela era.

Na ausência de muita informação sobre os nossos, deixo-vos com a história deste castelo.




O Castelo Medieval




D. Afonso Henriques (1112-1185) encontrou a povoação abandonada. Para incentivar o seu repovoamento e defesa, passou-lhe Carta de Foral, garantindo privilégios não só aqueles que por iniciativa régia ali se estabeleciam na ocasião, mas a todos os que assim o fizessem no futuro. Embora esse documento não apresente data, acredita-se que tenha sido passado posteriormente a 1158, admitindo-se a data de (1179). Acredita-se que a primitiva feição de seu castelo remonte a esta fase, a partir da observação das características construtivas do aparelho da muralha e de uma das torres.

Na transição para o século XIII, o rei D. Sancho I (1185-1211) prosseguiu as obras de edificação do castelo, ampliando-lhe os muros que passaram a envolver a vila. O seu filho e sucessor, D. Afonso II (1211-1223), confirmou-lhe o foral (1217).






Em 1296 D. Dinis (1279-1325) partiu de Castelo Rodrigo à invasão de Castela, reivindicando as terras além do Côa, que efetivamente vieram a ser incorporadas a Portugal pelo Tratado de Alcanizes (1297). Nesse contexto, Marialva incluía-se no rol das povoações atendidas por aquele monarca, e assim lhe foi procedida a reconstrução do castelo. Este soberano instituiu, em 1286, a feira mensal de três dias, oferecendo privilégios a quem ali praticasse o comércio, visando o mesmo objetivo de incentivo ao povoamento. À época, a vila já se espalhava extramuros, na direção Norte.

Quando da crise de 1383-1385, Marialva e seu castelo tomaram o partido do Mestre de Avis.

No século XV, D. Afonso V (1438-1481) concedeu-lhe o título de condado tendo D. Vasco Fernandes Coutinho recebido o título de conde de Marialva (1440).

No século XVI várias intervenções foram promovidas: por D. Manuel I (1495-1521), que passou o Foral Novo à vila (1515), pelo Infante D. Fernando (irmão de D. João III (1521-1557) e marido de D. Guiomar Coutinho, filha do último conde de Marialva), e por D. Sebastião ainda sob a regência de D. Catarina d'Áustria (1557-1562). Desta última intervenção é testemunha a data de 1559, inscrita na muralha.











 

 






 

 

Podia continuar a partilhar mais fotos, mas o resto fica para ser visitado por todos vós. Boa visita J


Fontes:


Fotos de Manuela Videira, Rafael e Carlos Baptista

https://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_de_Marialva

Nenhum comentário:

Postar um comentário